Gratidão em meio à pandemia?

Somos exortados a entrar na presença de Deus com ações de graças, quaisquer que sejam as circunstâncias.

Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar com QR CODE

Nesses tempos difíceis em que estamos vivendo, cheios de incertezas e notícias assustadoras, onde somos estimulados a permanecer em casa para conter a disseminação de um vírus que tem ceifado vidas por todo o mundo, será que em meio a tudo isso ainda há espaço para a gratidão? Precisamos entender que, independente das circunstâncias, devemos ser gratos, pois isto é algo que agrada o coração de Deus.

"Sede agradecidos" (Col 3:15). Requerido dos filhos de Deus, a gratidão é algo significativo na vida do crente; uma virtude necessária e tão importante quanto a oração. Contudo, a gratidão não deve estar condicionada às circunstâncias nem basear-se em bens materiais; e se estamos em um momento desfavorável, não significa que devemos murmurar e negligenciar a gratidão, mas agir como Paulo: “Porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação” (Fp 4:11-13).

"Em tudo dai graças" (1Ts 5:18). A gratidão é também uma ordem bíblica: aconteça o que acontecer, nunca devemos deixar de agradecer ao Senhor, porque esta é a Sua vontade. De nossa parte, se queremos crescer na fé e nas virtudes, precisamos expressar este sentimento em todas as ocasiões; para tanto, temos em Cristo o nosso exemplo maior — apesar de ter levado uma vida difícil e cheia de dificuldades, Cristo não se lamentava; perseguido pelas autoridades religiosas e rejeitado pelo Seu povo, ainda assim Ele não murmurava, pelo contrário, em várias ocasiões vemos Jesus dando graças ao Pai (Mt 11:25).

Entretanto, a gratidão não se resume a um simples obrigado; ela expressa-se por meio de ações de graça, e a disposição do crente para servir é reflexo dessa gratidão. Agradecer é uma forma maravilhosa de nos relacionarmos com Deus, e se você não demonstra gratidão pelo que tem, não haverá motivos para você ter o que não tem. Portanto, agradeça mesmo nos momentos difíceis e Deus certamente lhe dará algo maior.

Então, quanta gratidão genuína o Senhor tem encontrado em nossos corações? Estamos murmurando ou sendo agradecidos? De que forma estamos demonstrando a nossa gratidão? Dos atos de obediência, a prática da gratidão é pré-requisito para agradar a Deus. Que sejamos, pois, gratos ao Senhor em todos os momentos, pois a gratidão muda o nosso olhar diante das circunstâncias da vida. Lembra dos dez leprosos? Após serem curados, apenas um voltou para agradecer; não seja como os outros nove.

Postagem original: Gratidão.

Comentários