Tempestades virão

Se você está passando por dificuldades, exercite a sua fé, tenha paciência diante das circunstâncias e espere em Deus — mantenha a esperança — porque Deus não é pego de surpresa.

Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar com QR CODE
Backhuysen, Ludolf - Christ in the Storm on the Sea of Galilee

Imagine Jesus dormindo no barco, os discípulos angustiados, tentando em vão contornar a tempestade, até que percebem que vão afundar. Bate o desespero e resolvem acordar Jesus perguntando: “Mestre, não te importas que pereçamos?” Podemos perceber um certo tom de reprovação na pergunta dos discípulos... mas e se fôssemos nós, o que faríamos? Ficaríamos tranquilos em meio à tempestade, confiantes que Jesus estava no barco conosco, tomaríamos a mesma atitude dos discípulos ou será que entraríamos em pânico e pularíamos do barco?

Diante das tempestades da vida, existem alguns aspectos que nós podemos perceber:

1. Elas são imprevisíveis. As tempestades geralmente acontecem sem que estejamos esperando; repentinas, elas chegam subitamente e muitas vezes ficamos sem saber o que fazer diante delas.

2. Elas são inevitáveis. As tempestades são fortuitas, casuais, ou seja, elas simplesmente acontecem; e independente de cor, credo ou classe social, elas chegam para todos.

3. Elas são pedagógicas. É durante as tempestades que o Senhor trabalha em nossas vidas; são nesses momentos que Deus nos mostra toda a nossa impotência diante daquilo que só Ele é capaz de fazer.

Mais cedo ou mais tarde, as tempestades virão, e ainda que as ondas nos amedrontem, devemos confiar no Senhor, pois Cristo está no barco conosco. Deus não nos abandona; Ele está no controle e no momento certo chegará com a Sua providência. “Pois tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu” (Ec 3:1).

Postagem original: Não desanime, Jesus está no controle.
Texto base: Marcos 4:35-41

Comentários