A face oculta do ensino revelada no ENEM ou A fabrica de idiotas uteis.

''a manipulação psicológica já, a muito tempo, fazem parte do currículo escolar, o papel da escola foi pervertido e totalmente perdido.''

Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar com QR CODE

Por: André Penaforte (Professor)

                Não é de hoje que a manipulação psicológica empregada nas escolas tem sido debatida pela sociedade, a grande questão é a fraca base utilizada para esse debate, temos visto inúmeros vídeos circulando de professores fazendo proselitismo político em sala de aula, o que tem fomentado iniciativas como o projeto de lei do ‘’escola sem partido’’, se me permite o adendo, uma iniciativa inútil, uma vez que o proselitismo e mesmo a manipulação psicológica já, a muito tempo, fazem parte do currículo escolar, o papel da escola foi pervertido e totalmente perdido.

                Essa modificação da escola esta muito bem documentada no livro do Pascal Bernadin, o Maquiavel pedagogo, onde documentos da UNESCO, união europeia, ONU, são colocados lá para te mostrar como toda essa reforma psicológica foi realizada, trago aqui alguns trechos para que você, que se preocupa com a educação dos seus filhos, saiba exatamente o que esta se passando na escola, e principalmente, como o ENEM esta sendo usado para essa função.

‘’ Redefinido o papel da escola, a prioridade é, já não a formação intelectual, mas o ensino não cognitivo e a aprendizagem da vida social.’’ (Pascal Bernadin – Maquiavel pedagogo)

                Nesse alerta devemos atentar para dois aspectos relevantes, o primeiro deles é o ensino não cognitivo, a cognição é a capacidade de adquirir conhecimento, conteúdos cognitivos são aqueles que instigam a capacidade do conhecer, do saber, abrindo as portas da intelectualidade para os alunos, enquanto os não cognitivo são o exato oposto, são ideias socialmente construidas que não demandam conhecimento, podendo ser meramente instintual, estando geralmente relacionado às características animalescas do ser humano, aos seus vícios, tais como a libertinagem sexual, para falar de sexo o professor não precisaria ensinar nenhum conteúdo prévio aos alunos, nenhum conhecimento é de fato necessário.

O segundo aspecto do alerta que devemos nos atentar é ‘’a aprendizagem da vida social’’, muitos acham que esta tudo bem a escola ensinar como os alunos devem se portar socialmente, mas essa é a definição mesma de manipulação psicológica, você deve fazer, agir, se comportar, como eu mandar, é com base nesse controle comportamental que os jovens hoje desenvolveram ojeriza a religião dos pais, passam a defender a legalização de drogas, a militar pela causa do assassinato de bebes, a idolatrar políticos corruptos, a tratar o sexo como um mero ate sem significado, todos esses comportamentos lhes são ensinados na escola. Tudo isso é o resultado de anos de reforma pedagógica planejada e preparada para ser exatamente assim, veja esse documento da UNESCO:

‘’Cabe aos professores tanto transmitir os saberes quanto... as atividades recreativas, o trabalho e as relações sexuais,’’ (UNESCO 1989)

                Como podemos ver a função do professor já não deve se restringir a transmissão dos saberes, ao despertar da vida intelectual, a função do professor agora seria de controlar e guiar o comportamento dos alunos, controlar o que fazem nas suas atividades recreativas, controlar como deve ser sua vida no trabalho, controlar e estimular suas relações sexuais e relações homossexuais. Entende agora por que esta cada dia mais comum flagrar professores em relações sexuais com suas alunas ou seus alunos? Por que as escolas se tornaram ambientes para consumo de álcool e outras drogas? Não foi ao acaso, tudo foi planejado e executado a luz do dia.

- Mas o que tudo isso tem haver com o ENEM? – Você pode esta se perguntando, veja então esse segundo trecho de outro documento da UNESCO:

‘’É preciso romper com uma concepção elitista... Que privilegia os aspectos mais acadêmicos do ensino.’’ ... ‘’Assegurar o êxito de todos significa antes modificar as finalidades do sistema de ensino... Portanto, modificar os objetivos e os critérios de avaliação dos alunos...’’ UNESCO 1991

                Como podemos perceber, a UNESCO considera uma concepção elitista privilegiar aspectos acadêmicos do ensino, ou seja, um professor de biologia já não deve ministrar sua aula ensinando o conteúdo de biologia aos alunos, é preciso usar a aula para outras finalidades como as já comentadas aqui, drogas, sexo e muito funk devem ser temas igualmente ministrados numa aula, essa é exatamente a ‘’modificação das finalidades do sistema de ensino’’ citado nesse documento, foi dessa forma que o ensino converteu-se em escolarização, a escola de hoje já não transmite conhecimentos, ela apenas manipula psicologicamente os alunos para que se comportem de uma forma desejada, a massa de manobra perfeita, ‘’o idiota útil que é idiota demais para perceber que é útil’’, e a melhor forma de garantir que as escolas estão debatendo assuntos inúteis e os alunos estão memorizando essas inutilidades é através da prova do ENEM, é ai que entra a ultima parte da citação do documento da UNESCO, ‘’modificar os objetivos e os critérios de avaliação dos alunos’’ assim esses alunos serão obrigados a memorizar e aceitar como verdadeiro as falsas premissas debatidas na escola de hoje.

                Ano após ano vemos questões de cunho meramente ideológicas no ENEM, já tivemos questões sobre dialeto gay, afinal é muito importante para os alunos estudar e memorizar dialetos artificialmente criados, na mesma medida em que o latim, a língua que originou o português, foi excluído da grade curricular. Tivemos questões onde os alunos eram obrigados a afirmar que uma simples pesquisa em mecanismo de busca na internet era racista, ou seja, nossos jovens já não sabem o que é o racismo, numa entrevista na TV um homem afirmou que ter negros em um restaurante servindo mesas ou cozinhando era racismo, contratar negros para essas vagas de emprego é racismo? E se o dono do restaurante estabelecesse que essas vagas de trabalho só poderiam ser ocupadas por brancos? Veja a contradição, nessa perspectiva tudo é racismo. O ENEM deu a prova clara de que é isso que esta sendo colocado na mente dos alunos. Outra questão trazia a citação ‘’ninguém nasce mulher, torna-se mulher’’, uma alusão a ideologia de gênero cujo objetivo é destruir a natureza do ser, logo você não é homem nem mulher, o jovem vitima dessa manipulação psicológica, acaba por aceitar essa premissa como verdadeira, abandonando sua identidade natura e convertendo-se em um produto artificial fabricado pela escola. E assim o ENEM segue sendo utilizado para garantir que os alunos gastem seu tempo aprendendo inutilidades que os transformarão em perfeitos idiotas uteis, totalmente incapazes de perceberem a lavagem cerebral ao qual estão submetidos. O resultado não poderia ser outro, uma geração de doentes mentais produzidos pela escola.

                Como disse uma vez Ludwig von Bertalanffy: "O maior perigo dos sistemas totalitários modernos é talvez o fato de que estão terrivelmente avançados não somente no plano da técnica física ou biológica, mas também no da técnica psicológica. Os métodos de sugestionamento em massa, de liberação dos instintos da besta humana, de condicionamento ou controle do pensamento desenvolveram-se até alcançar uma eficácia formidável.’’

                O ENEM é um guia poderoso do que se faz na escola, pois determina o que os alunos aprenderão, o que se cobra no ENEM é o que será ensinado nas escolas, precisamos transformar essa avaliação, cobrando conteúdos cognitivos, o que exigiria de alunos e professores o desenvolvimento da inteligência.