General Joaquim Silva e Luna é indicado à presidência da Petrobras

Sucessivos reajustes nos preços dos combustíveis surge como um indicador para mudança de gestão na Estatal.

Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar com QR CODE
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Por meio de suas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que "o Governo decidiu indicar o Senhor Joaquim Silva e Luna para cumprir uma nova Missão, como Conselheiro de Administração e Presidente da Petrobras, após o encerramento do Ciclo, superior a dois anos, do atual Presidente, Senhor Roberto Castello Branco".

Os sucessivos reajustes nos preços dos combustíveis surge como um indicador para a mudança de gestão na Estatal. "Anuncio que teremos mudanças, sim, na Petrobras. Jamais vamos interferir nessa grande empresa, na sua política de preço, mas o povo não pode ser surpreendido com certos reajustes", disse Bolsonaro. Para o presidente, o reajuste deve ocorrer "com previsibilidade. É isso que nós queremos."

Joaquim Luna é general da reserva do Exército e ocupava a presidência da usina de Itaipu. Antes, ocupou o cargo de ministro da Defesa no governo do ex-presidente Michel Temer. Ele foi o primeiro militar a sentar na cadeira do Ministério, criado em 1999. 

Castello Branco está no comando da Petrobras desde o início do governo de Jair Bolsonaro e foi indicado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.