Com 12 desfalques, Fortaleza segura empate sem gols com Grêmio

Gaúchos perdem chance de entrar no G-4 e cearenses seguem perto do Z-4

Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar com QR CODE
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Mesmo desfalcado de 12 jogadores que contraíram o novo coronavírus (Covid-19), o Fortaleza segurou o empate sem gols com o Grêmio. A igualdade deste sábado (9) à noite, na Arena Castelão, pela 29ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, acabou sendo melhor para os cearenses pelas circunstâncias, apesar da situação da equipe na tabela.

O empate levou o Leão do Pici aos 32 pontos, na 15ª posição, quatro pontos a frente do Bahia, primeiro time na zona de rebaixamento. A diferença para o Z-4 pode cair se os baianos e o Vasco, que está em 16º, vencerem seus compromissos no domingo (10). Os gaúchos foram a 49 pontos, na quinta colocação, e podem ver a distância para o G-4 (que dá vaga direta à fase de grupos da próxima Libertadores) e para o líder São Paulo (que é de sete pontos, no momento) aumentar no desenrolar da rodada.

Os dois tricolores terão a semana cheia para treinos. O Grêmio abre a 30ª rodada da Série A na próxima sexta-feira (15), às 21h30 (horário de Brasília), contra o Palmeiras, no Allianz Parque, em São Paulo. O Fortaleza terá outro rival gaúcho pela frente. No domingo (17), o Leão enfrenta o Internacional no Beira-Rio, em Porto Alegre, às 20h30.

Grêmio perdeu a chance de dormir na vice-liderança.
Grêmio perdeu a chance de dormir na vice-liderança. - Lucas Uebel/ Grêmio FBPA/ Direitos reservados

Os primeiros 20 minutos na Arena Castelão foram animados. Aos oito, na sequência de um bate-rebate na área, o atacante Diego Churín finalizou sem goleiro, mas o chute do gremista explodiu no zagueiro Wanderson. Quatro minutos depois, o Fortaleza respondeu com Romarinho, que tabelou com o também atacante Wellington Paulista e bateu em cima do goleiro Paulo Victor. Já aos 16, o atacante Pepê foi lançado pelo meia César Pinares, invadiu a área pela direita e chutou na rede pelo lado de fora.

Aos poucos, a intensidade do jogo caiu, com as equipes intercalando passes errados. Nos acréscimos, um contra-ataque iniciado após uma defesa de Paulo Victor poderia ter colocado o clube gaúcho à frente. Churín recebeu no meio-campo e lançou Pepê em velocidade. O atacante tocou na saída do goleiro Felipe Alves e mandou para as redes. Após mais de cinco minutos de paralisação, a arbitragem de vídeo (VAR) viu impedimento do gremista e o árbitro Jefferson Ferreira de Moraes anulou o gol.

A etapa final começou com o Fortaleza tentando explorar os contra-ataques pelas laterais. Aos oito minutos, após cruzamento de Romarinho, o atacante Osvaldo apareceu na área pela esquerda, com liberdade, mas Paulo Victor salvou. O Grêmio foi se encontrando. Aos 13, Pinares bateu falta rente ao travessão. Três minutos depois, o atacante Alisson pôs na área e o zagueiro Rodrigues mandou por cima. Aos 25, o meia Thaciano apareceu às costas da zaga e chutou cruzado, mas Felipe Alves fez boa defesa.

O Fortaleza adiantou as linhas e diminuiu o espaço de ação gremista, mas sem criar lances de perigo. Nos minutos finais, o cenário se inverteu, com os gaúchos passando a ocupar por mais tempo a área dos cearenses. Aos 41 e aos 44 minutos, o atacante Ferreira buscou a finalização. Na primeira investida, Felipe Alves defendeu. Na segunda, chutou próximo à meta rival. O duelo perdeu ritmo nos acréscimos e o placar acabou não sendo mais alterado.

Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Agência Brasil