Japão: atletas estrangeiros serão barrados durante emergência do vírus

Proibição de entrada de não residentes no país vai até 7 de fevereiro

Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar com QR CODE
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

O Japão suspenderá temporariamente as isenções que permitem que atletas estrangeiros treinem no país antes dos Jogos Olímpicos, informou a agência de notícias Kyodo News, uma vez que está fechando suas fronteiras para conter um aumento de casos de covid-19 a apenas seis meses dos Jogos.

A suspensão vai durar até 7 de fevereiro, o fim programado do estado de emergência do novo coronavírus (covid-19) na capital, Tóquio, e outras cidades importantes, disse a agência Kyodo, citando uma fonte com conhecimento do assunto.

O Japão está lutando contra o aumento recorde de infecções por coronavírus, o que levou o governo a fortalecer os controles de fronteira e expandir seu estado de emergência para abranger mais da metade da população do país.

A pausa nas isenções dos atletas ocorre após a suspensão do governo, nesta semana, das isenções para viajantes a negócios.

A proibição temporária incluirá atletas e técnicos estrangeiros não residentes de ligas esportivas japonesas, incluindo a J-League de futebol, que começa sua temporada no mês que vem, e a Nippon Professional Baseball, que abre os treinos de primavera em 1º de fevereiro, disse a Kyodo.

Os atletas japoneses terão permissão para voltar ao país, mas precisam ficar em quarentena por 14 dias, durante os quais não podem treinar ou competir, segundo reportagem da agência.

Fonte: Agência Brasil