PUBLICIDADE
Jobs Coworking - Escritório Compartilhado
Rio Grande do Norte, 24 de Maio de 2022
COMPARTILHE

Vale a pena atualizar? Especialista explica a troca do Windows 10 para o 11

14/05/2022 01:40 | 9 min de leitura
PUBLICIDADE
Salute Institucional


Como em qualquer grande lançamento de sistema operacional, muitas atenções foram lançadas para o Windows 11 — que ocorreu no final do ano passado no Brasil. A pergunta que todo usuário da Microsoft faz: vale a pena fazer a atualização do sistema?

Para tentar entender um pouco mais sobre o assunto, o Correio ouviu Leandro Martins dos Santos, especialista em análise e desenvolvimento de sistemas. Para o especialista, a resposta é clara: o novo sistema não tem tantas vantagens em comparação ao Windows 10.

“O Windows 11 ficou mais bonito e mais fácil de navegar, porém ainda não compensa muito optar pelo novo sistema. Ainda é comum uma nova atualização apresentar instabilidade após ser lançada, então, se ao longo do tempo ela se provar uma boa atualização, pode se tornar uma boa opção para migração” explica Leandro.

Neste primeiro momento, a Microsoft está atualizando o Windows 11 e a ideia inicial da empresa era de que todos os aparelhos que cumprem os pré-requisitos recebam o update até meados de 2022. Para poder baixar no software é preciso cumprir alguns requisitos, como, ter um processador dual-core de 1 GHz, 4GB de memória RAM, mínimo de 64 GB de armazenamento interno e compatibilidade com o TPM 2.0.

Se a sua máquina já possui esses requisitos, o processo é simples, é só baixar a ISO do Windows 11 no próprio site da Microsoft e o assistente de instalação trabalha de forma automática. E essa é uma das novidades do Windows 11, a "Cortana" (assistente virtual da Microsoft) não virá ativada como o padrão, dando indícios de que a empresa não está pretendendo seguir na disputa por assistentes virtuais, deixando o caminho aberto para Google, Apple e Amazon.

Especialista não vê muitas vantagens em instalar o Windows 11 agora
Especialista não vê muitas vantagens em instalar o Windows 11 agora (foto: Divulgação)

Como o home office veio para ficar, a atualização do Windows é voltada para a praticidade do dia a dia, pois as ferramentas do Microsoft Teams já estão integradas no computador. Em relação a essas novidades positivas, Leandro pontua que um dos destaques é o novo divisor de telas. “Com essa novidade o usuário pode navegar entre diversas janelas sem precisar alterá-las, para os desenvolvedores isso foi essencial.”

Uma das primeiras mudanças que o usuário notará no Windows 11 é a mudança no visual, já que a barra de busca do Windows 11 fica centralizada, com a ideia de se tornar mais didática na navegação. “A barra central traz uma ideia de maior fluidez e modernidade para a experiência do usuário, mas a vantagem disso vai depender de como cada um usa essa nova configuração”, explica Leandro.

Especialista não vê muitas vantagens em instalar o Windows 11 agora
Especialista não vê muitas vantagens em instalar o Windows 11 agora (foto: Divulgação)

A outra grande mudança está no "menu iniciar", aquela barra lateral com o programa em ordem alfabética bem conhecido mudou. Agora no topo fica o "campo de pesquisa", depois um campo com alguns programas escolhidos pela Microsoft — vale lembrar que se eles não forem o suficiente, é só clicar em “Todos os programas” e acrescentar outros. A novidade nesse setor é o campo de “recomendações”, que reúne os últimos aplicativos usados ou arquivos abertos, deixando mais fácil continuar uma tarefa de onde parou.

O analista de sistemas acredita que em algum momento a Microsoft tornará o Windows 11 obrigatório. “Em algum momento a Microsoft encerrará o suporte para o Windows 10, forçando a migração de usuários, como aconteceu recentemente com o Windows 7.”

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

Fonte: Correio Braziliense